Ações, Campanhas, Educação, Etno-jornalismo

“PELAS MULHERES INDÍGENAS” é uma REDE MULTIÉTNICA E PLURICULTURAL que busca promover mudanças nas realidades locais das mulheres indígenas e projetar imagens positivas sobre estas mulheres, promovendo mudanças para o Brasil e o Mundo. A rede começa pelo Nordeste e pela formação de 16 Agentes Multiplicadoras de Transformação Social.

São agentes indígnenas pertencem a 08 etnias do Nordeste: Pataxó, Pataxó Hãhãhãe, Tupinambá e Kiriri (BA); Xokó (SE); Kariri-Xocó, Karapotó (AL); Pankararu (PE).

Atividades

Através de 05 Encontros com 40 horas cada um, as mulheres compartilham vivências, experiências, opiniões, visões, sentimentos, conhecimentos, sabedorias e encaminhamentos. Esses Encontros são hospedados na sede da Thydêwá e participam deles também, além das Agentes do projeto, outras mulheres convidadas e especialistas temáticas que facilitam dinâmicas e oficinas.

O projeto acontece também através de atividades práticas desenvolvidas pelas 16 mulheres dentro de suas respectivas comunidades; principalmente através da formação de grupos locais para o fortalecimento das mulheres de cada comunidade.  Os trabalhos nas comunidades são assistidos à distância em forma continua pelas profissionais convidadas e presencialmente nos Encontros.

Realizamos também uma formação através das TICAAs – Tecnologias de Informação, Comunicação, Aprendizagem e Ação. Em forma constante, através de uma página web (www.mulheresindígenas.org), as mulheres se acompanham e se fortalecem, criando uma COMUNIDADE COOLABORATIVA MULTICULTURAL “PELAS MULHERES INDÍGENAS”.

O projeto foi criado pela ONG Thydêwá e conta com o apoio da Secretaria de Políticas para as Mulheres da Presidência da República (SPM-PR).